Seguidores

terça-feira, 16 de janeiro de 2018

EDSON SANTOS E BARBEARIA VIEIRA SOMANDO COM O PROJETO POESIA É DA HORA



Enquanto acontece o sarau, Huelligton Ribeiro da Barbearia Vieira fará cortes de cabelo nos manos, manas e monas. 
Gratidão pela força, Huelligton!
Para conferir mais trabalhos da Barbearia Vieira, siga-os no facebook:
https://www.facebook.com/BARBESHOPViera/




O professor Edson Santos é músico e pedagogo e no sarau do dia 27 de janeiro, nos presenteará com um pocket show repleto de canções autorais. 
Confira em seu canal do You Tube suas diversas composições:

Canal: Ednegro.

https://www.youtube.com/watch?v=KzWQIizWOrY

https://www.youtube.com/watch?v=q3Vh55C_JNE

COLETIVO POESIA É DA HORA NO SARAU SUBURBANO CONVICTO





quarta-feira, 10 de janeiro de 2018

63ª edição do sarau Poesia é da hora (janeiro 2018)


https://www.facebook.com/events/1962990690584677/


Salve, salve... bora sarauzar?
Este é o primeiro sarau do coletivo Poesia é da hora do ano de 2018. E a gente já chegou chegando em um novo espaço que abriu para acolher o povo de rua, ali no Bixiga e é lá mesmo que a gente vai fazer a bagunça toda. Poesia, música, interação, aprendizagem, batuque, arte de rua e muito mais.
Quer colar? Assistir? Ajudar? Se apresentar?
Só chegar! Microfone é aberto.
É nós por nós e vamos que vamos!
Em fevereiro o coletivo comemora 06 anos de atividade e em breve vamos soltar a programação de aniversário.
Por enquanto entra nessa vibe de janeiro e vamos sarauzar juntos...
Contamos com vocês.
Simbora!
Data: 27/01
Horário: 14h às 16h
Local: Núcleo Treze de maio
Rua Treze de maio, 1413 - Bixiga.
Microfone aberto.

quarta-feira, 20 de dezembro de 2017

RETROSPECTIVA 2017 - SARAUS FREQUENTADOS


Além dos 20 saraus itinerantes realizados no ano, mais de 40 boletins na Rádio Cantareira, 13 lançamentos de livro, os corres sociais, profissionais e pessoais, tento dar um jeitinho pra colar nos diversos saraus espalhados por aí. E foi assim em 2017, colei em 13 saraus. Também organizo o sarau Poesia é da hora e sei do corre que é pra fazer a coisa acontecer. Particularmente, gosto e faço questão de colar em outros saraus, acho da hora essa troca de experiências. Gostaria de ir em mais, juro, mas nem sempre querer é poder. 

Nos saraus a gente socializa, abraça, beija, aprende, ensina, mantém a chama acesa, troca figurinhas, fica a par das novidades literárias, troca contatos, troca livros, conhece gente nova, revê as parças e os parças de sempre. 

Que em 2018 sigamos nessa vibe!
É nóis!

RETROSPECTIVA 2017 - BOLETINS POESIA É DA HORA


O boletim Poesia é da hora é apresentado semanalmente na rádio Cantareira FM desde 2012.
É nesse espaço comunitário que Romeyka Pereira e eu, Marah, deixamos nossos abraços poéticos, dicas culturais e lemos textos poéticos de autores diversos de todos os cantos do Brasil. 
Foram mais de 40 boletins apresentados em 2017.

E nesse final do ano, não podemos deixar de agradecer a rádio Cantareira FM pela força de sempre.
Ao Programa Meu Caro Amigo, apresentado pelo comunicador Gilberto Cruz e de vez em quando Anderson Braz.
A Romeyka Pereira por sua dedicação e carinho.
Aos ouvintes que são sempre tão atenciosos conosco.
Aos poetas que nos emprestaram seus textos para serem lidos e compartilhamos juntos sentimentos.
Gratidão! Gratidão! Gratidão!
Em fevereiro de 2018 estaremos de volta.
Até breve!

terça-feira, 19 de dezembro de 2017

Coletivo Poesia é da hora no sarau Suburbano Convicto





RETROSPECTIVA 2017 - LANÇAMENTOS DE LIVROS


RETROSPECTIVA 2017 - LANÇAMENTOS.
Em 2017 foram 13 lançamentos do livro O povo de rua resiste, pela Ed. Futurama.
É o meu terceiro livro solo e o primeiro de poesia. Foi lançado em maio e se aventurou por aí, em várias quebradas, centros de acolhida, espaços independentes, restaurante, churras, saraus e escolas.


O livro é um apanhado de histórias, vivências, resistências, denúncias, observações e muito amor... transformados em versos, em poesia... Uma poesia que morde, uma poesia que beija, uma poesia que leva e dá na cara. Uma poesia clandestina... De rua. Da rua.
Gratidão a todas e todos que de alguma forma fizeram e fazem parte dessa vibe toda.
Ano que vem sai meu nome romance/drama e em breve trarei maiores informações.
Grande abraço!
É nóis!
mARAH mENDS

quarta-feira, 13 de dezembro de 2017

RETROSPECTIVA 2017- SARAUS


Muitas emoções em 2017!
O coletivo Poesia é da hora realizou vinte saraus na raça ao logo do ano e participamos de vários outros saraus pelas cidades a fora acompanhando outros coletivos parceiros na luta.
Foram saraus em centros de acolhida, na rua, debaixo de viaduto, espaços independentes, escolas e Fundação Casa.
Cada encontro uma vibe diferente, uma emoção expressada, uma aprendizagem pra vida.
Agradecemos imensamente cada uma, cada um que de alguma forma fortaleceu com essa rede que se formou e nos fez mais fortes na caminhada.
Dois mil e dezoito tá logo aí... e queremos mais!
Bora conosco?
Gratidão! Gratidão! Gratidão!
Coletivo Poesia é da hora
Contatos:
E-mail: poesiaedahora@gmail.com
Blog: http://poesiaedahoramano.blogspot.com.br/
Página: Poesia é da hora (Facebook)

Youtube: Poesia é da hora

ÚLTIMO BOLETIM POESIA É DA HORA DE 2017


Salvê!

Essa vai ser a saidera de 2017.
Todos os domingos com vocês, apresentando o boletim Poesia é da hora junto com minha parça Romeyka Pereira da Silva e o comunicador Gilberto Cruz . Foram muitos poemas lidos, dicas culturais e abraços poéticos.

Pra fechar com estilo, peço licença para minhas parças e meus parças do Poetas do Tietê, para ler um texto dessa coletânea de puro amor que foi escrita por adolescentes que cumpriem medida socioeducativa e organizada pelo projeto Asas Abertas.

É domingão, sintoniza lá:
17/012 a partir das 11h40 - Boletim
Prgramação: 11h às 12h.
Até lá...
Beijoca!

Coletivo Poesia é da hora é convidado para sarau no Memorial da Resistência.


Nicanor, Henrique e Marah

domingo, 3 de dezembro de 2017

2ª edição do projeto: Suing de Maloqueiro - Cama & Café

Cama & Café: Cleide e Luiz.

Lançamento do livro e projeto Nois da rua com Paulo Escobar, Nat, 

Poesia com: Poetas do Tietê, Paulo D'AuriaCissa LourencoAndré DiazOton Inacio PereiraAlmerio BarbosaMarah Mends,

Samba da maloca: Alex UchoaMarcus GonzalezHenrique José, Oton Inacio Pereira, Carlos HenriqueRafael Cagi

E... os improvisos!

Gratidão a todas e todos que colaram, fortaleceram, observaram e quem mandou vibe de longe também.

Em 2018 terá mais!

Realização: Coletivo Poesia é da da hora e Cama & Café.