Seguidores

sexta-feira, 30 de junho de 2017

Agenda de julho 2017



Julho 2017 (Compromissos e lembretes)

02(DOM) Boletim Poesia é da hora às 11h40, programa Meu Caro Amigo – Radio Cantareira
03 (Seg) Dia Nacional de Combate à Discriminação Racial
07 (Sexta) Sarau na Fundação Casa – com Poetas do Tietê/ Dia do Voluntário Social/
09(DOM) Boletim Poesia é da hora às 11h40, programa Meu Caro Amigo – Radio Cantareira
10(Seg) Pagar Fatura/ Dentista 17h30
13 (Qui) Dia do cantor.
15 (Sáb) Oficina de Rima // Show Rimas e Melodias -
16 (Dom) Campanha do agasalho junto com Poetas do Tietê na Alcântara Machado
16(DOM) Boletim Poesia é da hora às 11h40, programa Meu Caro Amigo – Radio Cantareira
18 (Ter) Dia Nacional do Trovador
19 (Qua) Dia dos Povos Oprimidos.
21 (Sex) Dia do Dançarino de Salão.
22 (Sáb) Aniversário da Romeyka/ Encontro das sumidas na casa da Cris/
24 (Seg)Em 1823 - Escravidão é abolida no Chile.
25 (Sáb) Dia da mulher negra
23(DOM) Boletim Poesia é da hora às 11h40, programa Meu Caro Amigo – Radio Cantareira
29 (Sáb) Poesia é da hora na Estrada – Sarau em Paraty com Poetas do Tietê no estante da Ed. Futurama.
30(DOM) Boletim Poesia é da hora às 11h40, programa Meu Caro Amigo – Radio Cantareira


Boletim Poesia é da hora - 02/07/17


Projeto Poesia é da hora na estrada, vai para Paraty - RJ


O Coletivo Poesia é da hora convida os Poetas do Tietê e Coletivo Autônomo dos Trabalhadores Sociais para o sarau: Poesia é da hora na estrada (Paraty-RJ).
Poesia é da hora na estrada é mais um projeto do coletivo Poesia é da hora que se iniciou em 2015 e tem o intuito de realizar saraus esporádicos fora da cidade de São Paulo.
2015 – Biblioteca de Mauá
2016 – Centro de Acolhida de Mauá.
2016 – Centro de Acolhida de Osasco
2017 – Arujá – SP (versão kids)
2017 – Centro de Acolhida em São Bernardo do Campo.
2017 – Paraty – Estande da editora Futurama.

Além desse do sarau Poesia é da hora na estrada, o coletivo realiza há mais de cinco anos, saraus com o povo de rua em centros de acolhida e ocupações de resistência; sarau kids, com molecada das escolas públicas, boletim Poesia é hora que é transmitido todo domingo às 11h40 através da rádio Cantareira Fm, Canal Poesia é da hora (vídeos dos saraus e eventos dos quais organizamos, até o momento pouco mais de 150 vídeos), projeto Suing de maloqueiro que acontece duas vezes ao ano, levando alguma arte do povo de rua, seja música, literatura, artes manuais para dentro de centros culturais da cidade.
Sobre o sarau de julho em Paraty:
Cronograma do sarau do dia 29/07 (sábado).
16h30 – Concentração dos poetas, músicos, ativistas (livre acesso, quem tiver por lá e quiser colar só chegar) na Rua José do Patrocínio, 235 (centro).
16h40 – Início do cortejo poético com saída da Rua José do Patrocínio, 235 até Rua do Comércio, 46 (Estande da Editora Futurama). Se a repressão não embaçar, claro! Serão aproximadamente quinze minutos a pé fazendo cortejo poético, poesias, panfletagens, música até chegar no estande da editora.
17h - Inicia-se o sarau no estande da editora com microfone aberto.
18h - Recital poético dos autores da antologia da editora Futurama.
18h30 - Poesias curtinhas para encerrar (só frases ou versos curtos)
18h45 - Encerramento.

Contatos:
Coletivo Poesia é da hora
E-mail: poesiaedahora@gmail.com
Blog: http://poesiaedahoramano.blogspot.com.br/
Página: Poesia é da hora (Facebook)
Youtube: Poesia é da hora

CAMPANHA DE ARRECADAÇÃO PARA A OKUPA ALCÂNTARA EM JULHO


Bora fortalecer?

Debaixo do viaduto Alcântara Machado existem famílias que resistem a todo tipo de opressão imposta pelo Estado e sociedade. Lá tem crianças, trabalhadores, gente que luta!
No dia 16 de julho, domingo de manhã vai rolar uma campanha de arrecadação e doação de roupas, alimentos, mantimento, brinquedos... por isso precisamos muito da sua ajuda pra fortalecer a Okupa Alcântara.

Pedimos que levem as roupas, alimentos entre outros itens necessários diretamente lá na Okupa. Se quiser levar antes da data marcada, tudo bem. No dia 16 vamos nos organizar para fazer a distribuição dos itens arrecadados.
No final da campanha vai rolar um sarauzim, curtim só pra fechar com chave de ouro essa ação. Poetas do Tietê e Coletivo Poesia é da hora, Sobrevivente 01, parças há tempos e juntos pela Okupa Alcântara.

Bora colar? Bora fortalecer dentro das suas possibilidades?
Esperamos por vocês! Por sua ajuda!
Data: 16/07/17 (Domingo)
Horário: A partir das 10h

Local: Okupa Alcântara (Av. Alcântara Machado, 888 – Brás) debaixo do viaduto Alcântara, paralela da rua Piratininga.


domingo, 25 de junho de 2017

ARMAGURAS DE UMA PAIXÃO - POR ISABELA DE OLIVEIRA


COLETIVO POESIA É DA HORA EM ENTREVISTA NA RÁDIO CIDADÃ




Coletivo Poesia é da hora esteve nos estúdios da rádio Cidadã para um descontraído bate papo sobre o projeto que há mais de cinco anos realiza saraus mensais com o povo de rua e para o povo de rua no Estado de São Paulo.

Foi da hora!
Só agradece, mano Lyee! Denílson Lyee!
 


segunda-feira, 19 de junho de 2017

3ª edição do sarau Poesia [e da hora - Arujá


3ª edição do sarau Poesia é da hora - Kids


Marcy Santos no sarau Poesia é da hora - Casa Florescer


Poetas do Tietê no sarau Poesia é da hora - Casa Florescer


Marah Mends lança o livro O povo de rua resiste! na Praia Grande











 No dia 17/06 o sarau das Ostras completou sete anos de história na baixada! Quando o Np Ruídos Negros me convidou pra fazer parte dessa festa, me senti muito honrada!
Meu... foi emocionante, intenso, variado, cheio de sorrisos e uma uma vibe de arrepiar exceto... aquela parada da transfobia que aconteceu com a mana do rap. Putz, desculpe, mano, não dá pra não comentar sobre isso. Máximo respeito pra mana que veio de longe, mostrou sua arte e representou sim! Transfobia é lixo cultural... tem que haver diálogo nos saraus sobre isso. ☹️
Tirando esse episódio, foi da hooooooooooraaaaaa!
A galera do site DeRua documentando todo o evento, a Ludimar Gomes Molina mandando ver nas rimas, o pessoal do sarau itinerante, a resistência da Nat Maat, a roda de samba, de batuques! Demais, demais!
O espaço Quintal Genoma é show! Tudo a ver com a proposta do sarau. Logo na chegada fui recebida com muito carinho e respeito pela Juliana Vicma. E depois que sarau acabou, ainda tinha cerveja e muito papo pra desenrolar. Ficamos ali na sacada, eu, Np Ruídos Negros, Juliana Vicma, Rodrigo, Carlos Eduardo, brisando sobre várias fitas: religião, sociedade, apego, desapego, trampos... passou da meia noite e nós lá...
Ju, gratidão pelo espaço, pela estadia, pela vibe, pelas brejas, pelo café delicioso! NP e toda produção, só agradece de coração pelo convite... por este momento feliz!
Que venham mais!
Da hora!
conheçam este site:
http://www.derua.com.br/…/sarau-das-ostras-7-anos-de-resis…/



59ª edição do sarau Poesia é da hora na Casa Florescer






59ª edição do sarau Poesia é da hora (Casa Florescer)

Sabadão rolou a quinquagésima nova edição do sarau itinerante Poesia é da hora. E quem nos recebeu com muito carinho foi a Casa Florescer, centro de acolhida para pessoas trans.
E novamente, pra nossa felicidade, teve declaração de amor de mano pra mona! Uhuuu...

Nós do coletivo Poesia é da agradecemos a cada uma, cada um que chegou junto, compartilhou abraços, respeito, carinho, arte... Só agradece mesmo! De coração!

As monas resistem! Salve salve!

Gratidão:

As mona!
Povo de rua!
Funcionários da casa!
Nicanor Jacinto da Silva
Henrique José
Otavio Alexandre Alexandre
Aline de Alcântara
Cristina Lazaro
Alberto Silva
Giselia Sa (e todos do Poetas do Tietê)
Ana Carla Petti
Jaime José Teixeira Queiroga
André Diaz
Fernando Magrin e Willians Medeiros (MinhoQueens)
Marcy Santtos
Israel Francisco Santos
Lucas Amaral
Aline Marques
Pâmela Rogers
Grupo dos dez - Madame Satã.
Paula da Paz e Rafael Fazzion (dança africana)
As meninas que dançaram stilleto...

Todas e todos que mandaram vibes de longe...